Casas de Espetáculo

Scala Centro

A tradicional casa de shows Scala já tem novo endereço, Avenida Treze de Maio, 23, subsolo, em frente ao Theatro Municipal, na Cinelândia. , numa área total de 3.000m² divididos em três ambientes para duas mil pessoas. Um dos salões, será para apresentações de shows de grandes nomes da MPB e atrações internacionais.

O local promete ser o novo point da noite carioca reunindo um público diversificado não só nos shows, em peças teatrais, festas badaladas, eventos empresarias e particulares, e os tradicionais bailes de carnaval que marcaram a época de ouro no Centro.

O Scala foi inaugurado no Leblon em 1982, em dois ambientes, o Scala1 com o show Golden Rio que ficou em cartaz até 1994, com a participação de Watusi, Grande Otelo e 150 artistas, entre bailarinos, modelos, apresentadores e orquestra com 30 músicos dirigidos por Guio de Moraes e arranjos de Radamés Gnattali. Personalidades nacionais e internacionais prestigiaram o espetáculo, entre eles Lize Minnelli, Úrsula Andrews, Frank Sinatra, Rei de Espanha Juan Carlos e a Rainha Sofia, Felipe González, François Mitterrand, Tancredo Neves, Ulisses Guimarães, Leonel Brizola e D. Neuza, Delfim Neto, João Figueiredo e D. Dulce, José Sarney, Silvio Santos, entre tantos outros.

No Scala 2, passaram pelo palco nomes consagrados como Tom Jobim, Chico Buarque, Caetano Veloso, Maria Bethania, Simone, Jô Soares, Michel Legrand, Charles Azsnavour, Julio Iglesias, Mercedes Sosa, Pepino di Capri, Xuxa, Gal Costa, Angélica, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Emilio Santiago, Alcione, Elymar Santos, Chico Anísio, Família Caymmi, Wando, Fabio Junior, Chitãozinho e Xororó, Zezé de Camargo e Luciano, Rosemary, Wanderléia, Erasmo Carlos, Fernanda Montenegro, Miguel Falabella, Sarita Montiel, Amália Rodrigues, Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso, Ivete Sangalo, Elba Ramalho, Benito de Paula, Grand Ballet Espanhol, Carlos Saura e Manolo Otero.

Os tradicionais bailes carnavalescos tiveram início na inauguração até os dias de hoje, como o Baile da Cidade, Gala Gay e Vermelho e Preto. Com o sucesso vieram depois os bailes tão famosos como Mangueira, Salgueiro, entre outros.

Em 1994, o Scala 1 encerrou a temporada do show Golden Rio e passou a funcionar até 1998 como Discoteca Babilônia que diariamente recebia três mil pessoas sob o comando de Ricardo Lamounier. O Scala 2 continuava a realizar shows. Já em 1998 com o fim da discoteca, a casa passou a ser palco de eventos fechados.

Endereço

Av. Treze de maio, 23, Centro - Rio de Janeiro

Telefone:

(0xx21) 2239-4448




Comente este local